Sua pele no inverno

Aprenda a cuidar da sua pele no inverno publicado 28 de junho de 2017.

É só a temperatura cair um pouco e a pele já começa a reclamar. Na mais fria e seca estação do ano, o inverno, diversos problemas começam a aparecer: pele ressecada e sem brilho, lábios rachados, alergias, etc. Mas há o que fazer para resolver esses dramas. Conheça os principais problemas que a pele apresenta durante essa estação e algumas soluções que podem ajudar (e muito!)

Pele ressecada

Um dos fatores que contribuem para a pele ressecada é o excesso de água quente no banho. Quando está frio, nossos banhos costumam ser mais demorados e a água mais quente.

Existe uma barreira de gordura produzida pelas glândulas sebáceas que é responsável por proteger a pele de uma série de agentes externos, com a temperatura da água, essa barreira acaba tirando essa camada protetora. Para lidar com esse ressecamento, é preciso prestar atenção no banho e maneirar na água muito quente. Tentar diminuir um pouco a temperatura ou até mesmo o tempo de banho pode atenuar os danos à pele. 

Outra dica é usar e abusar do hidrante corporal. No mercado existem sabonetes hidrantes, que podem ajudar na hidratação. Alguns especialistas recomendam ensaboar somente “as dobrinhas”, pois as grandes partes do corpo, como braços e pernas, possuem glândulas sebáceas suficientes para a hidratação e proteção da pele.

Lábios rachados

Se a pele se torna mais sensível no inverno, os lábios sofrem muito mais, ficando ressecados, rachados e sensíveis. Primeiramente, hidratação é a palavra-chave em casos de ressecamento. Para o uso noturno, especialistas recomendam produtos a base de dexpantenol, substância com alto poder de hidratação, que pode ser usado puro nos lábios (já que é vendido em forma de pomada em farmácias). Para o dia, hidratantes labiais cuidam dessa parte tão sensível do nosso corpo.

Atenção para aquelas que adoram deixar os lábios úmidos com saliva ou que gosta de morde-los. Isso é um problema quando existe o ressecamento. Tente evitar essa sensação.

Alergias

Como dissemos anteriormente, a barreira de gorduras da pele é responsável por protegê-la de uma série de agentes externos. Com o ressecamento da pele, ficamos sem essa proteção natural. Por isso, no inverno, acontecem casos de alergias localizadas, com coceira, vermelhidão e em algumas partes do corpo.

Outro motivo são os ambientes pouco arejados e sem ventilação, as pessoas acabam fechando as janelas nesse período o que acarreta na proliferação de fungos e bactérias. Fique atento e abras as janelas! Quando coçamos a pele, o organismo libera substâncias histamínicas, aumentando ainda mais a coceira. Por isso, quando o quadro alérgico é intenso, costuma-se receitar anti-histamínicos via oral.

 Via Meu Tem

Valeu! Agora você estará sempre por dentro do mundo Brodda!

Clique aqui para fechar! X