Stricto Sensu e Lato sensu: qual a diferença?

Saiba diferenciar e escolha a melhor opção para você. publicado 16 de agosto de 2018.

Para o mercado de trabalho, infelizmente, ter cursado ensino superior não é mais um diferencial. Muitas vagas têm exigido que o candidato tenha uma ou mais pós-graduações. Você decide então buscar algo que melhore seu currículo e te diferencie no meio da multidão, mas no meio da sua pesquisa você se depara com as opções de Stricto Sensu e Lato Sensu.

E aí, você sabe diferença? Nós iremos explicar para que você faça a melhor opção dentro dos seus planos de carreira!

Lato Sensu

O termo “lato sensu”, do latim, significa “sentido amplo”. Aqui se encontram os cursos de especialização em qualquer área de conhecimento, relacionados ao curso de graduação do estudante, com intuito de um aprofundamento em determinado conhecimento mas de forma ampla, direcionado para o desenvolvimento do plano de carreira do profissional. Com duração mínima de 360 horas, ao final do curso o estudante receberá um certificado e não um diploma.

Stricto Sensu

O termo “strictu sensu”, também do latim, significa “sentido restrito”. Neste caso não necessariamente se pretende que o estudante se aprofunde na área em que fez sua graduação para aprimorar seu currículo, seu direcionamento é para aqueles que planejam seguir carreira na área acadêmica, como pesquisador ou professor. A categoria abrange o mestrado, doutorado e pós-doutorado. Para cursar uma pós-graduação stricto sensu não é necessário antes ter feito um lato sensu, porém para cursar o doutorado, na maioria dos casos, exige-se a passagem pelo mestrado anteriormente, por se tratar de algo complexo que precisará de uma maior dedicação e aprofundamento do estudante no tema a ser pesquisado.

O mestrado tem duração média de dois anos a dois anos e meio, para que o aluno curse as matérias e desenvolva sua dissertação, enquanto o doutorado tem uma média de duração de quatro anos para cursar as disciplinas e desenvolver a tese. Ao final o estudante recebe um diploma.

Mas e o MBA?

Esta especialização, criada nos Estados Unidos, ganhou muito espaço no mercado brasileiro nos últimos dez anos. O Master Business Administration, porém, não se encaixam na mesma categoria lá e aqui.

O Master, nos EUA, equivale a um mestrado; portanto, para os americanos entende-se que o MBA é  um curso stricto sensu focado em administração e negócios. Entretanto, no Brasil, pelo curso ter uma carga horária de 360 horas se encaixa na categoria de lato sensu.

 

Te ajudamos a decidir qual será seu próximo passo na carreira? Conte para a gente nos comentários qual você acha que é o melhor caminho para aprimorar seu conhecimento.

 

Valeu! Agora você estará sempre por dentro do mundo Brodda!

Clique aqui para fechar! X