Mudança de carreira: como tomar a decisão

São muitos passos e o período de transição não é nada fácil. Veja as dicas que oferecemos para a mudança de vida publicado 9 de agosto de 2017.

Mudar de carreira é o sonho de muita gente, mas sabemos: essa não é uma decisão nada fácil de ser tomada. Por mais que o cansaço e desânimo com as tarefas falem alto, os compromissos financeiros e o receio de colocar tudo a perder dificultam a decisão de realmente deixar o emprego atual e partir para novos rumos.

Se você está passando por esse dilema, o 10º episódio do Mapa da Mina, o podcast do Finanças Femininas, pode ser muito útil para você. Nele, a Carol Sandler, fundadora do Finanças Femininas, e a Karina Alves, editora do site, conversam sobre o tema e contam as suas experiências pessoais com a mudança de carreira.

Como preparar essa mudança

1) Reflita sobre o que deseja

O primeiro passo dessa transição não é nada simples: é preciso descobrir aquilo que você deseja fazer. Esse processo exige muita reflexão e autoconhecimento. Pense nas suas habilidades, naquilo que você é boa, no que deseja e não deseja mais fazer. “Essa clareza traz muito alívio. A partir daí, você poderá descobrir onde realmente deseja chegar”, coloca Carol.

2) Entenda que não há emprego dos sonhos

Tudo na vida tem prós e contras e, infelizmente, não há um trabalho perfeito – que atenda a toda sua lista de requisitos. Por isso, é preciso entender quais são as suas prioridades e sonhos. Estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo facilita o sucesso da empreitada.

3) Planeje seus passos

Existem riscos em uma transição de carreira e eles precisam ser considerados (e levados a sério). Por isso, para sair fortalecida desse momento, é importante pensar o passo a passo da mudança. Reflita, por exemplo, sobre quais habilidades você precisa desenvolver para ter sucesso, no dinheiro necessário, se precisará de contatos, espaço físico ou estrutura. “O seu caminho dificilmente será exatamente como você quer, mas para chegar o mais próximo possível do seu sonho, é preciso planejamento”, coloca Karina.

4) Tenha uma reserva financeira

Uma reserva financeira é primordial para passar por esse momento com os pés no chão. Especialistas falam em uma quantia que cubra seus gastos entre 3 e 6 meses, mas esse valor varia muito de acordo com a transição. Além disso, é importante rever o orçamento e descobrir onde há espaço para cortes de despesas.

Paciência e organização são fundamentais para passar por um momento de provável redução de renda. “Saber que esses ‘sacrifícios’ são temporários e necessários para que você atinja um objetivo maior acaba dando força para passar por esse processo”, explica Karina.

5) Não fique pensando só no que perdeu

Por fim, é importante se policiar para não ficar presa aos aspectos negativos: pensando no que perdeu e deixou para trás. “Esse é um momento muito intenso pelo lado emocional. Se você só se joga para baixo, irá dificultar o processo”, coloca Carol. Focar no que deseja conquistar é imprescindível.

Dê play no podcast aqui. Depois conta para gente o que achou. Até mais!

Via Finanças Femininas

Valeu! Agora você estará sempre por dentro do mundo Brodda!

Clique aqui para fechar! X