Café é saudável?

O café pode ser o mocinho ou o vilão da sua saúde. Entenda até que ponto ele pode ser saudável. publicado 19 de junho de 2017.

Quem resiste àquele cheirinho de café de manhãzinha ou no meio da tarde? Quentinho, frio, com leite, puro, amargo ou bem docinho, o café está no topo das bebidas mais consumidas não só pelos brasileiros, mas em todo mundo.

Apesar de ser uma das bebidas mais populares, ainda existem muitas controvérsias acerca do café. Alguns pesquisadores garantem que ele traz benefícios para a saúde, como estimular o foco e a atenção e até ajudar a combater a depressão. Mas outros afirmam que pode prejudicar a saúde, causando arritmia, problemas gastrointestinais e insônia.

Quantidade indicada

No entanto, a maioria dos pesquisadores parece concordar que o limite entre os benefícios e os prejuízos da bebida é a quantidade consumida e o modo de preparo.

O componente mais conhecido do café é a cafeína. Por muito tempo, a cafeína foi vista como uma substância que traria malefícios à saúde. Isso porque, quando consumida em altas doses (mais de 500 mg – cerca de quatro xícaras grandes por dia), pode causar arritmia, ansiedade, estresse e insônia.

A cafeína também aumenta a eliminação de cálcio e compete com a vitamina C e o ferro, podendo anular esses nutrientes. Por isso, quem sofre de estresse, problemas psiquiátricos ou gástricos, e pessoas com osteoporose devem ter cautela a consumir essa sustância. Lembrando que o café não é o único alimento que contém cafeína.

Como você escolhe seu café? Pelo método de preparo ou pelo sabor?

 Muitas pessoas preferem cafés com aromas mais fortes. Outras optam pela bebida mais suave.  Mas, afinal, o que faz a diferença entre os dois tipos?

A sensação de “força” ou “intensidade” obtida no preparo do café pode ser influenciada por diferentes aspectos, como o processo na lavoura pós-colheita, a elaboração do blend (combinação de espécies), a cor da torra e a moagem.

Café suave

Os cafés mais suaves apresentam sabores e aromas mais delicados. Seus grãos são produzidos a partir de blends da espécie de café-arabica, cujo processamento pós-colheita é feito sem a casca. A bebida preparada com esses grãos de torra mais clara e moagem mais grossa tem menos corpo e aroma mais frutado e floral.

Café intenso (forte)

A torra do grão do café e o seu blend são fundamentais para a percepção de sabor da bebida considerada mais forte ou intensa. Quanto maior o nível de intensidade e, por sua vez, mais acentuado o amargor.

Via Meu Tem

Valeu! Agora você estará sempre por dentro do mundo Brodda!

Clique aqui para fechar! X