10 dicas de sobrevivência para calouros

Começar a faculdade dá frio na barriga, mas nós vamos te dar 10 dicas para sobreviver! publicado 13 de março de 2017.
Calma, começar a faculdade pode dar um início de pânico, você fica sem saber como agir ou o que fazer. Mas separamos 10 dicas de sobrevivência que podem te ajudar nos primeiros meses de aula e você também poderá repassá-las para seus amigos calouros:

1 – Verifique o funcionamento das mensalidades

Certifique-se do que precisa ser pago, e quando. Verifique o endereço para onde as faturas serão enviadas.

2 – Descubra quando você precisa declarar sua especialização.

Algumas faculdades exigem declarações do tipo bem cedo, outras até no fim do ano.

3 – Os cursos costumam ter disciplinas básicas e específicas.

As primeiras englobam assuntos que podem ser os mesmos para cursos semelhantes, como Medicina, Odontologia e Farmácia. Essas disciplinas são lecionadas nos primeiros anos e só depois começam as disciplinas profissionalizantes. Seja paciente e não deixe de se dedicar nas disciplinas básicas, porque é a partir delas que você irá compreender as demais.

4 – Seja pontual.

Mesmo se seu professor não tiver problemas com atrasos, se atrasar é desrespeitoso, e você pode perder algo. Levante cedo, a fim de se preparar para as aulas.

5 – A profundidade do conteúdo é bem maior do que no colégio.

Muitos alunos chegam à Universidade acostumados a tirarem boas notas apenas assistindo aulas, sem estudar em casa. Não se iluda! Organize-se e garanta um horário diário para estudo e não deixe a matéria acumular para as vésperas das provas.

6 – Aprenda a fazer anotações.

Algumas pessoas usam marca textos, outras escrevem tudo à mão, mesmo. Não se esqueça de revisar o que você anotar! Tomar notas é uma maneira eficiente de manter a concentração na aula. Mesmo se o professor distribuir material de apoio, não relaxe. Preste atenção e anote detalhes extras.

7 –  Os primeiros dois semestres são cruciais.

Muitos programas que concedem bolsas e oportunidades de pesquisas para alunos com bom histórico escolar. Muita gente fica de fora porque não levar o primeiro ano a sério e acabar com notas insuficientes para a participação nesses programas.

8 – Participe de pesquisas, programas de extensão ou monitoria.

Muitas vezes, essas atividades são determinantes para o seu futuro profissional. É bem comum que o aluno descubra sua área de preferência para especialização por conta de um projeto de monitoria.

9 – Não deixe para fazer projetos e trabalhos na véspera.

Calouros tendem a subestimar o tempo necessário para realizar determinadas tarefas. Se o professor passou um projeto no início das aulas para ser entregue no final do semestre, você provavelmente vai precisar de mais do que um dia para fazê-lo.

10 – Monte sua biblioteca de referência.

Boa parte de uma pesquisa acadêmica consiste em consultar e citar diversos livros técnicos. Fotocópias, além de ilegais, podem induzi-lo ao erro por serem reproduções de edições antigas ou não conterem a totalidade da obra (como as referências bibliográficas, por exemplo). Como uma lista de um curso universitário pode chegar a custar alguns milhares de reais, seja esperto.

 

Via Estante Virtual

Valeu! Agora você estará sempre por dentro do mundo Brodda!

Clique aqui para fechar! X